Buscar
  • Simpósio de Medicina Quântica Integrativa

A imunidade está na moda!

Parece que nunca se falou tanto na imunidade do organismo como atualmente. Provavelmente, a pandemia da Covid-19 tenha trazido esse tema à tona. No entanto, a imunidade sempre foi assunto de interesse, principalmente, na área de saúde e ainda mais, na Medicina Integrativa, que vê a pessoa como um todo – corpo, mente, espírito e todas as influências externas recebidas pelos seres vivos.


Esta matéria não pretende “inventar a roda”, mas chamar a atenção para o que até já sabemos, mas muitas vezes esquecemos de observar. O nosso organismo costuma “falar” conosco e nos dá dicas importantes sobre como estamos e se necessitamos alterar alguns hábitos ou, até mesmo, procurar ajuda de um profissional capacitado e de confiança.


A alimentação é um importante fator para o bom funcionamento do sistema imune e os alimentos ricos em ômega-3, selênio, zinco, probióticos, vitaminas A, C e E são os mais indicados para aumentar a nossa imunidade, já que favorecem a produção das células de defesa do organismo de forma mais eficiente.


A maneira de saber se estamos com tudo em dia é por meio de exames de sangue para avaliar o sistema imunológico. Nesses casos, além de buscar atendimento médico para um diagnóstico adequado e tratamento dos sintomas, vale a pena realizar exames para saber como está o seu sistema imunológico.


A imunidade baixa pode ser percebida quando o organismo dá alguns sinais, indicando que as defesas do organismo estão baixas e que o sistema imunológico não está sendo capaz de combater os agentes infecciosos, como vírus e bactérias, o que pode fazer com que a pessoa fique doente com mais frequência e apresente sintomas, como calafrios frequentes, febre e infecções recorrentes.


O sistema imunológico corresponde a um conjunto de órgãos, tecidos e células que agem em conjunto com o objetivo de combater agentes invasores e, assim, evitar o desenvolvimento de doenças.


Sinais e sintomas de imunidade baixa


Quando a defesa do organismo está baixa, podem surgir alguns sinais e sintomas, sendo os principais: infecções recorrentes, como amigdalite ou herpes; doenças simples, mas que demoram a passar ou que se agravam facilmente, como gripe; febre frequente e calafrios; olhos frequentemente secos; cansaço excessivo; náuseas e vômitos; diarreia por mais de 2 semanas; manchas vermelhas ou brancas na pele; e queda acentuada de cabelo.


Se você perceber esses sintomas, é importante adotar medidas que ajudem a fortalecer a imunidade, como ter uma alimentação saudável, por exemplo, já que alguns alimentos fortalecem e estimulam as células de defesa do corpo.

Não deixe de ser o seu maior cuidador. Cada um sabe como se sente e deve buscar sentir-se o melhor possível. O acompanhamento de um profissional de confiança é fundamental para diagnosticar e indicar o tratamento correto para você.


Informações obtidas em https://www.tuasaude.com/



26 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo